#!trpst#trp-gettext data-trpgettextoriginal=381#!trpen#Menu#!trpst#/trp-gettext#!trpen#

COMO ESCOLHER O MELHOR MONITOR PARA FOTOGRAFIA ?

COMPARTILHAR
#!trpst#trp-gettext data-trpgettextoriginal=382#!trpen#Share on facebook#!trpst#/trp-gettext#!trpen#
#!trpst#trp-gettext data-trpgettextoriginal=382#!trpen#Share on twitter#!trpst#/trp-gettext#!trpen#
#!trpst#trp-gettext data-trpgettextoriginal=382#!trpen#Share on linkedin#!trpst#/trp-gettext#!trpen#
#!trpst#trp-gettext data-trpgettextoriginal=382#!trpen#Share on whatsapp#!trpst#/trp-gettext#!trpen#

Muitas vezes, o monitor é um equipamento que poucos fotógrafos levam em consideração. Enquanto o investimento é alto em câmeras, lentes e em computadores, constantemente, o monitor é ignorado e acabam optando por uma tela de computador que seja grande e barata.

Para qualquer pessoa que leve suas imagens de forma séria e profissional, a compra de um monitor deveria receber tanta consideração quanto a do demais equipamentos. Afinal, por que é investido tanto em equipamentos fotográficos, se no final, acabam visualizando as imagens em um monitor inferior, de baixo contraste e limitada gama de cores?

Qual tipo de monitor eu devo comprar?

Muitos ouvimos muitas siglas quando falamos de telas, como LCD, TN e IPS. Precisamos ficar atentos para entender o que cada uma significa na prática e quais suas funções que suprem as as necessidades.

Basicamente há três tipos painéis de LCD:

1) Os monitores mais simples são baseados na técnica Twisted Nematic (TN). Essa técnica garante um tempo de resposta rápido, o que é bom para processamento de palavras, porém a reprodução de cor é bem limitada, além de apresentar baixo nível de preto e ângulo de visão estreito. Ou seja, se você não ficar exatamente em frente ao monitor, é possível notar variações de cor. E quanto mais fora do ângulo de 90º, piores as cores ficam.

2)    Os monitores VA (Vertically Aligned) são melhores que TN nas questões de ângulo de visão e fidelidade de cores, porém são mais lentos. Possuem algumas variações como PVA, MVA e S-PVA.

3)    O monitores IPS (In-Plane Switching), são os mais indicados. Consiste em manter as moléculas de cristal líquido organizadas na horizontal, paralelas ao subtrato, ou seja, elas ficam sempre no mesmo plano, daí o nome “in-plane”. O cristal líquido está sempre mais próximo à superfície da tela, fazendo com que – embora o tempo de resposta seja mais demorado – o ângulo de visão aumente, o contraste melhore e a reprodução de cores se torne mais fiel.

Um outro aspecto a ser considerado na escolha do monitor, é da profundidade de bits. Uma tela IPS pode ter 6 bits ou 8 bits. Aqui, é preciso considerar a forma que você deseja trabalhar com as suas imagens. Isso está ligado diretamente com a gama de cores, que é um gráfico que descreve quantas cores o equipamento é capaz de detectar.

Lembre-se que todas essas especificações refletem no preço final do equipamento, então sempre leve em conta a real necessidade do seu trabalho para não gastar dinheiro à toa.

Qual  tamanho de monitor que eu preciso? 
O tamanho do monitor também merece atenção. Isso pode ser classificado em duas formas: a medida na diagonal ou a razão de tela, que é a largura dividida pela altura.

Nesse caso, tamanho maior nem sempre é a melhor escolha. O tamanho depende muito da sua área de trabalho. Não faz o menor sentido você ter uma tela de 27 polegadas em um escritório pequeno, onde você ficará bem perto dessa tela.

Em geral, o ideal é uma tela que combine com a razão de imagem da maioria das câmeras.

Meu monitor está recebendo toda a informação da imagem?

Outro problema bastante subestimado é a forma que o monitor é conectado com o computador.

Algumas pessoas ainda usam cabos VGA que conta com uma tecnologia analógica, mais antiga e que não garante a melhor f

orma de conexão, e pior, as imagens tendem a ficar pixeladas em telas de LCD de alta resolução.

Atualmente, os monitores contam com cabos DVI, HDMI e Display Port, que apresentam uma tecnologia bem superior com transmissão de dados digital.

Calibração do monitorPor último e não menos importante, calibrar o monitor é um passo fundamental para garantir a sua qualidade.

O objetivo da calibração é assegurar que seus olhos vejam as cores na imagem na tela da mesma forma como os outros vão vê-la. Para impressão, então, você garante que a foto impressa será bem parecida com a imagem digital.

Melhores monitores para edição de vídeos? Fale com conosco!
Se inscreva em nossos canais!

Não perca nenhuma novidade!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de como se destacar no mercado audiovisual.