A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PODERIA REALMENTE REVOLUCIONAR A MANEIRA COMO PRODUZIMOS E GERENCIAMOS O CONTEÚDO?

COMPARTILHAR
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

 

Nunca houve tanto uma necessidade de conteúdo de vídeo, disponível em vários dispositivos e plataformas simultaneamente. Com tanta concorrência para ver em tempo real em todas as mídias, os produtores estão criando conteúdo mais elaborado em vários formatos e resoluções.

Em resposta a isso, a tecnologia da IA ​​parece querer sacudir completamente a maneira como produzimos conteúdo para entretenimento, apontando para uma revolução no cinema, na TV e em outras produções de conteúdo de vídeo.

Ao integrar estruturas de IA com as soluções de gerenciamento de mídia é possível extrair valor adicional para as bibliotecas de conteúdo, mesmo aquelas com arquivos pesados. A inteligência artificial é capaz de automatizar a marcação de conteúdo com metadados, tornando as bibliotecas de conteúdo muito rápidas ​​com pouquíssimo tempo de trabalho. Naturalmente, a capacidade de encontrar conteúdo relevante em um ritmo rápido significa que é muito mais fácil gerar receita com conteúdo.

Há vários exemplos em que a tecnologia IA pode ser significativa durante o processo de produção:

Esportes
A inteligência artificial tem o potencial de simplificar a produção de mídias esportivas para distribuição em várias plataformas. Um exemplo é a geração de subclipes para uso em mídias sociais.
Com uma estrutura baseada em IA analisando cada momento da filmagem do jogo inserido, melhores momentos ​​poderiam ser identificados por uma solução pronta para distribuição. Se um usuário quisesse, por exemplo, postar um pequeno trecho dos dois gols marcados por um jogador específico em um jogo específico, levaria apenas alguns minutos para encontrar os clipes exatos e colocá-los nas plataformas de mídias sociais.

Radiodifusão e OTT
A distribuição automatizada usando inteligência artificial pode aumentar o valor do conteúdo e“remonetizar” as bibliotecas. Nas emissoras, se um certo ator ou comediante se tornar popular em uma determinada região, a solução de gerenciamento de mídia da emissora poderia usar a inteligência artificial para identificar o conteúdo desse ator e adicioná-lo à linha de distribuição de um canal de televisão e assim por diante. Em uma configuração de notícias de transmissão, as estruturas de IA torna possível identificar e acessar imediatamente clipes relacionados a um tópico específico nas últimas notícias.

Os arquivos de difusão são tradicionalmente muito pesados, e quanto mais conteúdo existe, mais difícil é marcar o conteúdo manualmente. Fluxos de trabalho automatizados, são mais importantes do que nunca.

foto acima: A Viva Superstars desenvolveu uma aplicação com inteligência artificial, que permite avaliar em tempo real a popularidade dos concorrentes que aparecem nos programas da TVI.

 

O futuro da Inteligência Artificial

imagem: Shutterstock

No momento, não é possível que a tecnologia inteligência artificial funcione completamente sem intervenção humana. Isso porque simplesmente não é o suficiente. Dentro de uma solução de gerenciamento de mídia com IA é possível que os usuários definam regras para que, se a estrutura da IA retornar uma classificação de confiança abaixo de um determinado nível, essa tag seja descartada e qualquer coisa acima de um determinado nível seja automaticamente aprovada. Então, qualquer coisa entre esses dois níveis é enviada para aprovação. A melhor coisa sobre a inteligência artificial é que, à medida que a tecnologia avança é capaz de aprender com seus erros, ela se tornará mais precisa com o tempo.

A inteligência artificial já está começando a ir além da curadoria de conteúdo e a produção automatizada de conteúdo não está longe de acontecer. As próximas etapas são scripts automatizados, bem como a descoberta dos clipes mais adequados com base na finalidade do recurso. Por isso, é possível que uma estrutura de IA identifique as 10 melhores cenas de um filme específico que devem ser usadas na criação de um novo trailer, com base em todos os trailers de filmes anteriores de um determinado gênero.

Embora a criação de conteúdo não seja automatizada por si só, a descoberta de conteúdo baseada em inteligência artificial é o primeiro passo para tornar o processo de criação de conteúdo o mais automatizado possível.

A análise de sentimentos também é uma grande oportunidade, por meio da qual a tecnologia da inteligência artificial pode permitir que um criador de conteúdo pesquise todos os recursos em que, por exemplo, o presidente Trump pareça feliz ou triste. Levaria um período grande de tempo para uma emissora analisar e marcar manualmente cada cena de filme contendo o presidente com uma descrição de sua emoção, mas a tecnologia da IA ​​encurta consideravelmente o processo. Isso já parece viável, já que as soluções de gerenciamento de mídia baseadas em IA já podem determinar se uma cena ou parte da filmagem é triste, feliz ou engraçada.

Em uma escala maior, as estruturas de inteligência artificial também podem apresentar diferentes tipos de recursos de vídeo, dependendo do clima de uma base de usuários inteira, ou seja, determinando se o público mais amplo está feliz ou triste. Embora este seja um conceito novo, os estudos mostraram que é possível que os sistemas de inteligência artificial estabeleçam um índice padrão de “humor” para uma determinada região com base em tweets, fóruns e outras postagens de mídia social. Isso dá a emissora, editores e qualquer um que procure engajar com o público uma melhor compreensão de seu público-alvo e a melhor maneira e tempo para se comunicar com eles.

A Internet das Coisas (IOT) é outra oportunidade em que pode ser possível oferecer sugestões de conteúdo aos usuários com base no clima emocional de um espectador. Se um usuário estiver escutando músicas tristes em um dispositivo conectado, outro pode sugerir um filme divertido. No momento, não estamos exatamente nesse estágio, mas a tecnologia está em contínuo desenvolvimento, então quase tudo é possível.

Mais alguém também empolgado com as possibilidades da inteligência artificial no audiovisual ?? 😊

VIABILIZAR O TALENTO E A CRIATIVIDADE: É PARA ISSO QUE A DRIVESYS EXISTE!